ICMS

IMPOSTO DE RENDA

PIS/COFINS

IPTU/ITR

ISSQN

IMPOSTO DE IMPORTAÇÃO

INSS

CPRB

IOF

Um conjunto de ferramentas de software desenvolvido para reunir todas as obrigações transmitidas eletronicamente à Receita Federal do Brasil e às Secretarias de Fazenda dos Estados, com foco em antecipar a ação fiscalizadora desses entes, permitindo eliminar ou mitigar os riscos relacionados e a aplicação de multas, além de proporcionar a tomada de ações preventivas e corretivas.

Buscar via cruzamento de dados os créditos fiscais (dos últimos 5 anos) não devidamente apropriados, por falhas na comunicação ou nos procedimentos.eliable cuckoo goodness buT.

O principal motivo da adoção é a segurança que a ferramenta traz para os empresários e especialmente para os gestores, permitindo gerenciar e mitigar os riscos, tendo em vista que as multas relacionadas às obrigações acessórias eletrônicas, seja por preenchimento inadequado, incorreções, omissões ou inexatidões, são exorbitantes e ficam atreladas ao faturamento ou de suas transações comerciais e operações financeiras. As empresas há muitos anos já se utilizam de sistemas informatizados para a escrituração contábil e fiscal e já estavam obrigadas a manter arquivos digitais. Entretanto, com a instituição do Sped, ampliou as possibilidades de seleção, pois integra todos os dados dos contribuintes. Não há dúvida de que as auditorias d fiscalização serão processadas utilizando-se as informações prestadas pelos próprios contribuintes por meio desses arquivos, gerando autos e infração ou comunicados de forma automática, a exemplo dos Despachos Decisórios gerados pela Secretaria da Receita Federal.

Identificação de erros em informações passíveis de autuação, bem como de oportunidades tributárias não verificadas pela empresa na bases de cálculo, alíquotas e apurações do IRPJ, CSLL, PIS, COFINS, ICMS, ISSQN, IRRF, IPI e INSS dos últimos cinco anos da escrituração contábil da empresa.

Sim, total. O trabalho não envolve teses, mas sim análise dos documentos digitais entregues ao fisco. Ainda assim, oferecemos uma garantia contratual de defesa ampla, geral e irrestrita em caso de autuações por parte do Fisco, relativamente a qualquer assunto oriundo dos nosso trabalhos.

É um sistema onde a energia é negociada entre gerador e consumidor, sem a imposição tarifária do governo. Negocia-se preço, prazo e volume de fornecimento. é opcional para os consumidores do grupo A, com contrato de demanda maior que 500kW

60% do PIB industrial brasileiro contrata energia no Ambiente Livre

É feita a opção pela migração e após pode-se começar a contratar o fornecimento da energia diretamente com uma usina de geradação

Não. A energia física continua sendo entregue pela distribuidora. O que sofre modificação são os Contratos. A migração é contratual, direitos de consumo de energia do Sistema Elétrico Brasileiro. Tudo totalmente regulado pela Legislação do Governo Federal.

A principal é a redução do preço pago pela energia elétrica consumida por sua empresa. As outra são: - Negociar o preço da energia diretamente com o gerador; - Contratos de curto, médio e longo prazo; - Gerenciamento da energia como matéria prima; - Não incidência de aumentos futuros da tarifa de energia no mercado sobre os seus custos; - Adequação dos montantes contratuais e preços ao perfil de uso diário, mensal e anual de energia

Assista ao vídeo